• Você está em: 
  • Home
  • Notcias

04/09/2017 - VIGILANTES DA ÁREA DA SAÚDE MUNICIPAL SOFREM COM ABUSO TRABALHISTA

Seguindo os passos da VS Brasil Segurança e Vigilância, a empresa Claufran que assumiu todos os postos de vigilância da Secretaria Municipal de Saúde, começou muito mal.

Na fiscalização realizada pelo SINDVIGRIO, foi constatado que a empresa desrespeita toda a legislação trabalhista como também a dignidade do trabalhador. 

Mais de 300 vigilantes que atuam pela Claufran, estão trabalhando sem assinar a carteira de trabalho, não recebem vale alimentação nem vale transporte, não assinam ponto, não possuem livro diário de ocorrência, trabalham com uniforme incompleto, ou seja, a empresa que cuida desses postos ainda não assumiu as responsabilidades trabalhistas com esses vigilantes.

Estes vigilantes estão fazendo suas refeições nos postos de saúde, se não houvesse interferência da administração dos postos nesse sentido esses trabalhadores estariam passando fome durante o expediente.

O SINDVIGRIO denunciou à Policia Federal como também solicitou mesa redonda com a Secretaria Municipal de Saúde e Claufran, para que regularizem imediatamente a contratação e condições de trabalho desses vigilantes.

O Sindicato esteve nos seguintes postos:

Hospital Barata Ribeiro; Maternidade Fernando Magalhães; Maternidade Carmela Dutra; CAPSI Heitor Villa Lobos; Hospital Maternidade Herculano Pinheiro; CMS Alice Toledo Tibiriçá; Hospital Telles; PAM de Irajá.

OS MESMOS ABSURDOS ESTÃO ACONTECENDO COM OS VIGILANTES QUE TRABALHAM NO DETRAN