• Você está em: 
  • Home
  • Notícias

06/02/2015 - VIGILANTES ENTREGAM PAUTA AOS EMPRESÁRIOS

Na manhã do dia 05 de fevereiro ocorreu mais uma rodada de negociações entre os Sindicatos dos Vigilantes e o Sindicato das Empresas de Segurança Privada para a nova Convenção Coletiva 2015/2016, cuja data base da categoria é 1º de Março. Foi entregue a pauta aprovada pelos trabalhadores e sindicatos filiados à Federação dos Vigilantes do Estado do RJ ao Sr. Frederico Crim e demais diretores do Sindesp.

 

Algumas das reivindicações apresentadas:

 

          Reposição integral da inflação e ganho real para a categoria;

          Tíquete de R$ 25,00;

          Jornada semanal de 44 horas;

          Plano de saúde pago pela empresa;

          Piso aos empregados do setor administrativo;

          Fim da cobrança de multas e acidentes de carro;

          Gratificação fixa para Escolta Armada; e

          Cláusulas para trabalho (off shore e On Shore - atividade petrolífera) e outras reivindicações apresentadas.

 

Haverá nova rodada de negociações dia 11 de fevereiro (quarta-feira).

 

Junto com a Federação dos Vigilantes estiveram presentes:

 

          Sindicato dos Vigilantes do Município do Rio de Janeiro;

          Sindicato dos Vigilantes de Campos;

          Sindicato dos Vigilantes de Macaé;

          Sindicato dos Vigilantes de Nova Friburgo;

          Sindicato dos Vigilantes de Belford Roxo;

          Sindicato dos Vigilantes de Nova Iguaçu;

          Sindicatos dos Vigilantes de Angra dos Reis;

          Sindicato dos Vigilantes de Volta Redonda;

          Sindicato dos Vigilantes de Carro Forte e Escolta Armada do Interior do RJ- SINDVALORES/RJ.

 

 

03/02/2015 - VIGILANTES DE BANCOS NA MIRA DE BANDIDOS

Os vigilantes da segurança privada que trabalham nos bancos sofrem diariamente com assaltos nas agências, cujos índices aumentaram muito em relação ao mesmo período do ano passado. A policia federal de acordo com a Lei 7.102/83 e a Portaria 3233 estabelece um plano de segurança para as agências bancárias, que muitas vezes não são obedecidos.

 

O diretor de Comunicação Social do SindVigRio Leandro Siqueira, disse que no Rio de Janeiro existem diversas agências bancárias que não cumprem fielmente o que determina a Portaria e a Lei. Muitos bancos trabalham com o número mínimo de vigilantes e não utilizam os equipamentos necessários para a revista pessoal, no caso, o detector de metais manual, que na visão dos gerentes deixam seus clientes em situações vexatórias.

 

       

        Leandro Siqueira, Diretor de Comunicação Social do SindVigRio

 

BANCOS CONTRIBUEM PARA A INSEGURANÇA DOS CLIENTES

 

Problemas como o funcionamento das portas giratórias permitem que clientes mais exaltados com a trava que impede a entrada de pessoas portanto metais (chaveiros, relógios, cordões, pulseiras e celulares, entre outros) entrem nas agências sem mostrar realmente o que têm nos seus bolsos, mochilas e pastas, autorizados pelos gerentes. O procedimento de revista é feito pelo vigilante, porém o gerente pode autorizar a entrada sem passar pela revista, facilitando a ação dos assaltantes.

 

No caso dos cadeirantes ou pessoas com deficiência física que utilizam muletas, o procedimento correto é abrir a porta lateral e revistá-las separadamente, com detector de metais manual. Mas nem sempre isso acontece devido a não autorização do próprio gerente.

 

SINDVIGRIO NA LUTA PELOS VIGILANTES

 

O SindVigRio informa que diante desses fatos, qualquer circunstância que ocorra nas agências, o Sindicato estará a postos com sua diretoria e presidência, à disposição dos trabalhadores para tudo que precisarem. Acompanhará com seu departamento jurídico dando o suporte necessário para todos os vigilantes do município do Rio e para os demais que atuam nos diversos sindicatos que são parceiros.

02/02/2015 - SINDICATO ANTECIPA PROBLEMAS DE PAGAMENTO

Devido aos inúmeros problemas como falta de pagamento, atraso no VR e no VT entre outras irregularidades das empresas de segurança no mês de janeiro, o SindVigRio, está se antecipando e indo aos gestores dos contratos para para solicitar aos clientes que verifiquem essas demandas uma vez que o 5º dia útil deste mês já é sexta feira próxima.

Esta medida tem como finalidade acionar as empresas, os órgãos públicos e privados verbalmente para a necessidade de pagar em dia seus vigilantes. Caso haja necessidade de interferência jurídica o SindVigRio acionará e fará cumprir a Sumula 331 do TST  que diz sobre o inadimplemento das obrigações trabalhistas, por parte do empregador, implica na responsabilidade subsidiária do tomador de serviços, quanto àquelas obrigações, inclusive quanto aos órgãos da administração direta, das autarquias, das fundações públicas e das sociedades de economia mista, desde que hajam participado da relação processual e constem também do título executivo judicial.

 

28/01/2015 - ESCOLTA ARMADA DA EMPRESA MAG SEGUR PARAM POR FALTA DE PAGAMENTO

Todos os vigilantes de escolta armada da Empresa Mag Segur estão, hoje 28/01,  dentro da empresa junto com o SindVigRio. Estão negociando, o pagamento de dezembro que deveria ter sido efetuado até o 5º dia útil de janeiro, o pagamento do 13º salário, hora extra e o depósito do saldo do FGTS descontado dos vigilantes, mas não depositado na Caixa Econômica.

 

 

 

Os vigilantes – cerca de 40 - só voltarão ao trabalho depois de regularizado o pagamento de seus direitos trabalhistas. Segundo a empresa o pagamento só será feito hoje, após as 14:00 horas. Estamos de olho!

 

   

21/01/2015 - PARALISAÇÃO DOS VIGILANTES INSS DA EMPRESA SERVO! NESTA QUINTA FEIRA (22) AS 8Hs

A Empresa Servo Segurança e Vigilância ainda não pagou o salário dos vigilantes do mês de dezembro que deveria ser pago até o 5º dia útil deste mês. A galera dos Postos do INSS continuam sem pagamento e sem o vale alimentação.

       

 

O sindicato já notificou a empresa e o próprio Superintendente Regional do Trabalho, Toninho Albuquerque, que nada fez até agora!

 

Os Vigilantes farão protesto amanha (22/01) a partir das 8:00 na porta do INSS, Pedro Lessa, com todos os Vigilantes do INSS da Empresa Servo. Essa irregularidade da Empresa Servo em não pagar devidamente o salário de seus empregados está afetando quase 100 trabalhadores.

 

19/01/2015 - DUAS EMPRESAS, QUATRO POSTOS E O MESMO PROBLEMA. 400 VIGS SEM SALÁRIOS

VIGILANTES PARAM MAIS UMA VEZ NO INSS E PORTO MARAVILHA

Os vigilantes voltaram a cruzar os braços nos postos do INSS porto maravilha. A empresa Servo Segurança e Vigilância não pagou o salário de dezembro que é para ser pago até o quinto dia útil de janeiro. Nos dois postos cerca de 200 vigilantes estão sem receber. 

Na semana passada o SindVigRio cobrou esse absurdo diretamente ao Superintendente Regional do Trabalho, Toninho Albuquerque. Diretores do Sindicato estão neste momento juntos com os vigilantes parando os postos.

 

DINAMICA NÃO PAGA!

PESSOAL DO HOSPITAL PEDRO HERNESTO E UERJ SEM SALÁRIO:

Não é de hoje que acontece atraso em pagamentos de vigilantes da Empresa Dinâmica. Desta vez foi a galera do Hospital Pedro Hernesto e UERJ. Isso atinge quase 200 Vigilantes. O Sindicato já notificou a empresa e se dirige para o local. 

15/01/2015 - SEM SALÁRIOS VIGILANTES PARAM NO INCA E DETRAN

GREVE DE VIGILANTES DEIXA INCA  E DETRAN SEM SEGURANÇA

Vigilantes da Centauro Segurança e Vigilância cruzaram os braços na manhã desta quarta feira (15) por falta do pagamento de dezembro. A greve atinge a segurança interna do INCA da Pç. da Cruz Vermelha, Vila Isabel, entre outros postos .

Os salários que deveriam ser creditados nas contas  até o 5 dia útil deste mês, entretanto não foi depositado. Além do atraso dos salários, os 210 vigilantes reclamam também do não depósito do tíquete refeição. Enquanto não regularizar a situação, os trabalhadores continuarão paralisados. Neste momento os vigilantes protestam na porta do INCA  da Cruz Vermelha e do INCA de Vila Isabel. Os representantes da empresa alegam que sempre recebem a fatura com atraso, atrasando por consequência os salários dos agentes privados.

 

O SindVigRio está no local para negociar com a empresa de segurança a regularização dos pagamentos atrasados.

No DETRAN 130 vigilantes cruzam os braços

Na sede do DETRAN, no Centro do Rio, a situação se repete: 32 vigilantes deixaram de fazer a segurança do órgão por não receberem da empresa VS Brasil os salários de dezembro. Além de não depositar os salários dos agentes, a empresa de vigilância não deposita corretamente o FGTS e paga o tíquete refeição em duas parcelas. No total são mais de 130 vigilantes paralisados nos postos do órgão em todo estado. Segundo informação da empresa o pagamento será realizado até as 12:00 desta sexta feira.

                                         --------------------------------------------------

Anteontem (terça) na UFRJ, 120 vigilantes paralisaram a segurança do Campus da Ilha do Fundão, por não receberem os salários de dezembro. Em protesto eles ocuparam a Reitoria da universidade com apoio do Sindicato dos Vigilantes do Rio. Um acordo foi feito entre o reitor, SindvigRio e a Front que presta os serviços de vigilância à UFRJ para que a greve cessasse. Na UFF de Niterói também houve paralisação. O pagamento na conta dos vigilantes foi depositado ontem à tarde.

15/01/2015 - SERVO DÁ CALOTE EM VIGILANTES DO MTE E INSS

Conforme denúncias feitas pelos vigilantes ao SindVigRio, que a Empresa Servo Segurança e Vigilância não teria pago salários e tíquetes refeição dos vigilantes que deveriam ter recebido até o 5º dia útil de janeiro, o Sindicato protocolou um ofício sobre irregularidades trabalhistas que comprometeriam a prestação de serviços de segurança e vigilância.

 

      

 

O Sindicato fez questão de informar pessoalmente ao Superintendente Regional do Trabalho, Toninho Albuquerque, sobre as irregularidades.

 

       

 

                        

 

14/01/2015 - VIG NA LUTA! FRONT NÃO PAGA, VIGILANTES PARAM!

Cerca de 120 vigilantes da empresa Front paralisaram o posto da UFRJ na ilha do fundão. Os vigilantes reclamam que a empresa constantemente atrasa o pagamento alegando estar sem receber o salário de dezembro que deveria ser pago em Janeiro. “A empresa só depositou a metade do valor da alimentação e passagens”, disseram, revoltados, alguns vigilantes.

 

                             Vigilantes reclamam com o dono da empresa Fronte, o Coronel Paulo Gomes

 

Na reunião entre o Sindicato dos Vigilantes, o Pró Reitor professor Rangel e o representante da empresa, Coronel Paulo Gomes, ficou acertado que o pagamento deverá ser feito hoje e a outra metade do vale refeição e da passagem deverá ser efetuada no dia 15/01.

 

 

Pro Reitor da UFRJ, Rangel, diz ao Vive Presidente, Marino que será resolvido o atraso do pagamento.

 

O vice presidente Marino Cardoso cobrou da empresa esse pagamento e disse voltar hoje pra ver se realmente foi depositado. Estiveram com Marino os Diretores Sebastião Neto, Amilton Bráz, Luis Carlos, Bruno (dedinho), Oelinton, Leandro Siqueira e Jomar Firmino.

 

 

 

                   SAIU NA IMPRENSA - JORNAL POVO DO RIO - 14/01/14

                                           

13/01/2015 - VIGILANTES DO DETRAN ESTÃO COM SALÁRIOS E 13º ATRASADOS

12/01/2015 - SINDICATO FAZ ELEIÇÃO PARA NOVA DIRETORIA

Durante todo o dia de hoje os vigilantes poderão votar na chapa “Vigilante Unido é Forte” na sede do Sindicato na Rua André Cavalcante 126 e na subsede em Campo Grande, na rua Albertina nº 70. As eleições começaram às 9hs com previsão para terminar às 19hs.

Comissão eleitoral composta por (E) Mike, Reis, Marcos, Serjão e Oelinton

VIGILANTES VOTAM E DÃO DEPOIMENTOS

 

O primeiro eleitor Jorge Cury da Silva aposentado e sócio desde 1977 disse estar satisfeito e feliz com a nova diretoria. Jorge entrou na vigilância privada em 1971, tempos da ditadura. “Os vigilantes devem muito ao fundador do Sindicato, Fernando Bandeira, porque antes as condições de trabalho eram péssimas”.

 

Wilson Oliveira da empresa Max Vigilante desde 1981 informou que não só ele é vigilante, como também seu filho, sua filha e seu genro, e todos confiam nesta nova diretoria.

 

Jair Severino da Cruz da empresa SuperVig, sócio ao Sindicato desde 1996 quer que esta nova diretoria seja melhor que as passadas e que lute ainda mais pela categoria. José Roberto, vigilante desde 1982 e sócio ao Sindicato desde 1995, acredita que a categoria está em boas mãos e deseja sucesso ao novo presidente Antonio Carlos.

 

DELEGADOS SINDICAIS VOTARAM CEDO

 

 Logo no inicio do pleito, os delegados Adilson Santos, Marco Antonio e Silva Ramalho fizeram questão de votar logo que foram abertas as urnas. Todos disseram que a alternância de poder, renovação, idéias novas e sangue novo são fundamentais para a categoria.

 

DIRETORES SATISFEITOS COM A CHAPA

 

O diretor Sebastião Neto disse que a expectativa de trabalho da nova chapa é muito grande. Esta é a primeira vez que o fundador do Sindicato, Fernando Bandeira, não encabeça a chapa e substituí-lo será uma tarefa muito difícil para a nova composição. Neto disse que os diretores estão satisfeitos com a nova diretoria e que a categoria irá sentir a melhora.

            Leandro Siqueira, delegado sindical há mais de 4 anos entrou recentemente para a diretoria do Sindicato. Para ele, pessoas novas e idéias novas darão mais oxigênio ao trabalho em prol da categoria.


                                                 

                                               

Bandeira sai da presidência  


Desde 1988 à frente do Sindicato que fundou, quando era instrutor de vigilantes na Brinks, Bandeira deixa a presidência do SindVigRio, após anos de dedicação ao Sindicato dos Vigilantes que hoje tem uma boa estrutura com sede administrativa e sede campestre (Guaratiba) próprias, além de corpo jurídico, assistência médica e odontológica para associados, entre outros benefícios como descontos em cursos de línguas e universidades.

Bandeira vota na chapa "Vigilante unido é forte" -  única registrada para concorrer


– Chegou a hora de sair da presidência. Quando os mais jovens me convidaram para compor a chapa fiz questão de deixar a presidência vaga para o sindicalista Antônio Carlos, atual vice-presidente assumir. Assim como o Antônio Carlos outros sindicalistas mais jovens como Bruno Dedinho e Marino também integram a executiva da nova diretoria eleita hoje.


“Antônio Carlos tem demonstrado uma grande liderança nos últimos anos, tem compromisso com a causa e é uma pessoa capaz intelectualmente”, dispara o ex-presidente.


Bandeira prossegue justificando sua saída dizendo que: “Não é possível conciliar mais tantas atividades: sou secretário geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Segurança Privada, recém fundada em Brasília, diretor de Formação Política da Nova Central Sindical, diretor do Sindicato dos Policiais Civis, militante pedetista, tendo fundado o Movimento Sindical Nacional do PDT, entre outras atividades filantrópicas. “Vou me dedicar à causa dos trabalhadores em outras frentes. O Sindicato dos Vigilantes deixo para os mais jovens, conclui Fernando Bandeira, que iniciou a luta pelos vigilantes em 1971, com a fundação do jornal O Vigilante, que desde então sai regularmente em defesa da categoria.


 


06/01/2015 - SINDVIGRIO ELEGE NOVA DIRETORIA DIA 12-SEGUNDA

ELEIÇÕES PARA DIRETORIA E CONSELHO FISCAL DO SINDVIGRIO       

 

 DIA 12 DE JANEIRO (Segunda-Feira), das 9:00 ÀS 19:00.

 

Locais de votação:

 

 1. Sede, rua André Cavalcante, 126, Bairro de Fátima;

 2. Sub-sede, rua Albertina, 70, Campo Grande.

 

Prezado(a) Associado(a)

 

 

            Estamos em um período de grande importância para a nossa categoria, primeiro pela Campanha Salarial 2015/2016 e segundo pelas novas eleições para Diretoria e Conselho Fiscal do Sindicato.

 

            Em 2014 o Estado do Rio de Janeiro viveu uma das greves mais longas dos últimos anos, que foi a greve dos Vigilantes. Em especial na capital fluminense onde o movimento durou 46 dias, conseguindo uma mobilização histórica como há muitos anos não víamos na cidade do Rio de Janeiro.

 

            Diante destes acontecimentos a última Assembléia realizada no dia 23 de dezembro de 2014 decidiu antecipar as eleições para Diretoria e Conselho Fiscal com o intuito de possibilitar a participação das lideranças da greve em uma nova diretoria e com isto realizar uma Campanha Salarial com mais energia e entusiasmo.

 

            Aguardamos a sua presença nas eleições do Sindicato no dia 12 de janeiro, das 9 horas às 19 horas, podendo votar na sede, rua André Cavalcante, 126, Bairro de Fátima, ou na sub-sede em Campo Grande, rua Albertina, 70, Campo Grande.

 

A Comissão Eleitoral recebeu a inscrição da chapa “Vigilante Unido é Forte!” sendo a única a participar do pleito eleitoral. Ainda que seja em processo de chapa única a participação dos associados é fundamental para o fortalecimento da nova gestão do Sindicato.

 

Fernando Bandeira

Presidente do SINDVIGRIO

 

 

29/12/2014 - DIRETOR DO SINDVIGRIO, FERNANDO BANDEIRA, CONVIDADO PARA A POSSE DE DILMA ROUSSEFF

Em Brasília, Bandeira participa da cerimônia de posse de Dilma Rousseff

 

O diretor de Organização Política da Nova Central Sindical e diretor do SINDVIGRIO, Fernando Bandeira, foi convidado pela presidente Dilma Rousseff para assistir a cerimônia de posse no Palácio do Planalto, dia 1º de janeiro, às 16:30h, seguido de nomeação de ministros de Estado. Bandeira estará acompanhado do presidente nacional da Nova Central, José calixto Ramos e do secretário-geral, Moacyr Roberto. Após essa solenidade, Bandeira, Calixto e Moacyr, entre outros convidados, serão recepcionados pela presidente reeleita Dilma Rousseff no Palácio do Itamaraty, às 18:30h, quando será oferecido um coquetel, com diversos salgadinhos e bebidas, de acordo com o cerimonial da Presidência da República.

Antes, porém, Dilma é empossada no cargo pelo Congresso Nacional, às 14h, saindo em carro aberto até o Palácio do Planalto onde fará pronunciamento. No Congresso, ela e o vice-presidente assumem o compromisso de defender e cumprir a Constituição Federal. Os eleitos prometem observar as leis e promover o bem geral da população. A solenidade é realizada à tarde para que os governadores recém-empossados pela manhã, em seus estados, tenham tempo de participar da posse presidencial.

24/12/2014 - EDITAL COMISSÃO ELEITORAL

Sindicato dos Vigilantes e Empregados em Empresas de Segurança, de Vigilância, de Transporte de Valores, de Prevenção e Combate a Incêndio, de Cursos de Formação, e Similares ou Conexos no Município do Rio de Janeiro. CNPJ no31.887.029/0001-60. Edital de Convocação – Nos termos do Estatuto, a Diretoria do Sindicato convoca os associados desta entidade, em dia com as suas obrigações sociais, para as eleições dos membros da Diretoria e do Conselho Fiscal, para o próximo quadriênio 2015/2019, que serão realizadas no dia 12 de janeiro de 2015, das 09 horas às 19 horas, com urnas: 1. sede do Sindicato, rua André Cavalcante, 126, Bairro de Fátima. Rio de Janeiro / RJ; e 2. Rua Albertina, 70, Campo Grande. Rio de Janeiro / RJ. O prazo para inscrição das chapas será de cinco dias a contar da publicação deste edital. O registro de chapas deverá ser feito na secretaria do Sindicato, das 09 horas às 12 horas e das 14 horas às 17 horas, de segunda-feira a sábado. Os procedimentos eleitorais serão realizados conforme Regimento Eleitoral do Estatuto e nos casos omissos serão decididos pela Comissão Eleitoral, composta pelos sindicalistas Sérgio Luiz da Silva, Antônio Carlos Alves Filho, Eduardo Barcelos dos Santos, Sérgio Barbosa Bruno e pelo advogado José Agripino da Silva Oliveira, homologada e instalada na Assembléia Geral Extraordinária de 23 de dezembro de 2014.Rio de Janeiro, 24 de dezembro de 2014. Fernando Antônio Bandeira – Presidente.



Exibindo 267 a 280 de 834« 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 »