• Você está em: 
  • Home
  • Notícias

21/01/2015 - PARALISAÇÃO DOS VIGILANTES INSS DA EMPRESA SERVO! NESTA QUINTA FEIRA (22) AS 8Hs

A Empresa Servo Segurança e Vigilância ainda não pagou o salário dos vigilantes do mês de dezembro que deveria ser pago até o 5º dia útil deste mês. A galera dos Postos do INSS continuam sem pagamento e sem o vale alimentação.

       

 

O sindicato já notificou a empresa e o próprio Superintendente Regional do Trabalho, Toninho Albuquerque, que nada fez até agora!

 

Os Vigilantes farão protesto amanha (22/01) a partir das 8:00 na porta do INSS, Pedro Lessa, com todos os Vigilantes do INSS da Empresa Servo. Essa irregularidade da Empresa Servo em não pagar devidamente o salário de seus empregados está afetando quase 100 trabalhadores.

 

19/01/2015 - DUAS EMPRESAS, QUATRO POSTOS E O MESMO PROBLEMA. 400 VIGS SEM SALÁRIOS

VIGILANTES PARAM MAIS UMA VEZ NO INSS E PORTO MARAVILHA

Os vigilantes voltaram a cruzar os braços nos postos do INSS porto maravilha. A empresa Servo Segurança e Vigilância não pagou o salário de dezembro que é para ser pago até o quinto dia útil de janeiro. Nos dois postos cerca de 200 vigilantes estão sem receber. 

Na semana passada o SindVigRio cobrou esse absurdo diretamente ao Superintendente Regional do Trabalho, Toninho Albuquerque. Diretores do Sindicato estão neste momento juntos com os vigilantes parando os postos.

 

DINAMICA NÃO PAGA!

PESSOAL DO HOSPITAL PEDRO HERNESTO E UERJ SEM SALÁRIO:

Não é de hoje que acontece atraso em pagamentos de vigilantes da Empresa Dinâmica. Desta vez foi a galera do Hospital Pedro Hernesto e UERJ. Isso atinge quase 200 Vigilantes. O Sindicato já notificou a empresa e se dirige para o local. 

15/01/2015 - SEM SALÁRIOS VIGILANTES PARAM NO INCA E DETRAN

GREVE DE VIGILANTES DEIXA INCA  E DETRAN SEM SEGURANÇA

Vigilantes da Centauro Segurança e Vigilância cruzaram os braços na manhã desta quarta feira (15) por falta do pagamento de dezembro. A greve atinge a segurança interna do INCA da Pç. da Cruz Vermelha, Vila Isabel, entre outros postos .

Os salários que deveriam ser creditados nas contas  até o 5 dia útil deste mês, entretanto não foi depositado. Além do atraso dos salários, os 210 vigilantes reclamam também do não depósito do tíquete refeição. Enquanto não regularizar a situação, os trabalhadores continuarão paralisados. Neste momento os vigilantes protestam na porta do INCA  da Cruz Vermelha e do INCA de Vila Isabel. Os representantes da empresa alegam que sempre recebem a fatura com atraso, atrasando por consequência os salários dos agentes privados.

 

O SindVigRio está no local para negociar com a empresa de segurança a regularização dos pagamentos atrasados.

No DETRAN 130 vigilantes cruzam os braços

Na sede do DETRAN, no Centro do Rio, a situação se repete: 32 vigilantes deixaram de fazer a segurança do órgão por não receberem da empresa VS Brasil os salários de dezembro. Além de não depositar os salários dos agentes, a empresa de vigilância não deposita corretamente o FGTS e paga o tíquete refeição em duas parcelas. No total são mais de 130 vigilantes paralisados nos postos do órgão em todo estado. Segundo informação da empresa o pagamento será realizado até as 12:00 desta sexta feira.

                                         --------------------------------------------------

Anteontem (terça) na UFRJ, 120 vigilantes paralisaram a segurança do Campus da Ilha do Fundão, por não receberem os salários de dezembro. Em protesto eles ocuparam a Reitoria da universidade com apoio do Sindicato dos Vigilantes do Rio. Um acordo foi feito entre o reitor, SindvigRio e a Front que presta os serviços de vigilância à UFRJ para que a greve cessasse. Na UFF de Niterói também houve paralisação. O pagamento na conta dos vigilantes foi depositado ontem à tarde.

15/01/2015 - SERVO DÁ CALOTE EM VIGILANTES DO MTE E INSS

Conforme denúncias feitas pelos vigilantes ao SindVigRio, que a Empresa Servo Segurança e Vigilância não teria pago salários e tíquetes refeição dos vigilantes que deveriam ter recebido até o 5º dia útil de janeiro, o Sindicato protocolou um ofício sobre irregularidades trabalhistas que comprometeriam a prestação de serviços de segurança e vigilância.

 

      

 

O Sindicato fez questão de informar pessoalmente ao Superintendente Regional do Trabalho, Toninho Albuquerque, sobre as irregularidades.

 

       

 

                        

 

14/01/2015 - VIG NA LUTA! FRONT NÃO PAGA, VIGILANTES PARAM!

Cerca de 120 vigilantes da empresa Front paralisaram o posto da UFRJ na ilha do fundão. Os vigilantes reclamam que a empresa constantemente atrasa o pagamento alegando estar sem receber o salário de dezembro que deveria ser pago em Janeiro. “A empresa só depositou a metade do valor da alimentação e passagens”, disseram, revoltados, alguns vigilantes.

 

                             Vigilantes reclamam com o dono da empresa Fronte, o Coronel Paulo Gomes

 

Na reunião entre o Sindicato dos Vigilantes, o Pró Reitor professor Rangel e o representante da empresa, Coronel Paulo Gomes, ficou acertado que o pagamento deverá ser feito hoje e a outra metade do vale refeição e da passagem deverá ser efetuada no dia 15/01.

 

 

Pro Reitor da UFRJ, Rangel, diz ao Vive Presidente, Marino que será resolvido o atraso do pagamento.

 

O vice presidente Marino Cardoso cobrou da empresa esse pagamento e disse voltar hoje pra ver se realmente foi depositado. Estiveram com Marino os Diretores Sebastião Neto, Amilton Bráz, Luis Carlos, Bruno (dedinho), Oelinton, Leandro Siqueira e Jomar Firmino.

 

 

 

                   SAIU NA IMPRENSA - JORNAL POVO DO RIO - 14/01/14

                                           

13/01/2015 - VIGILANTES DO DETRAN ESTÃO COM SALÁRIOS E 13º ATRASADOS

12/01/2015 - SINDICATO FAZ ELEIÇÃO PARA NOVA DIRETORIA

Durante todo o dia de hoje os vigilantes poderão votar na chapa “Vigilante Unido é Forte” na sede do Sindicato na Rua André Cavalcante 126 e na subsede em Campo Grande, na rua Albertina nº 70. As eleições começaram às 9hs com previsão para terminar às 19hs.

Comissão eleitoral composta por (E) Mike, Reis, Marcos, Serjão e Oelinton

VIGILANTES VOTAM E DÃO DEPOIMENTOS

 

O primeiro eleitor Jorge Cury da Silva aposentado e sócio desde 1977 disse estar satisfeito e feliz com a nova diretoria. Jorge entrou na vigilância privada em 1971, tempos da ditadura. “Os vigilantes devem muito ao fundador do Sindicato, Fernando Bandeira, porque antes as condições de trabalho eram péssimas”.

 

Wilson Oliveira da empresa Max Vigilante desde 1981 informou que não só ele é vigilante, como também seu filho, sua filha e seu genro, e todos confiam nesta nova diretoria.

 

Jair Severino da Cruz da empresa SuperVig, sócio ao Sindicato desde 1996 quer que esta nova diretoria seja melhor que as passadas e que lute ainda mais pela categoria. José Roberto, vigilante desde 1982 e sócio ao Sindicato desde 1995, acredita que a categoria está em boas mãos e deseja sucesso ao novo presidente Antonio Carlos.

 

DELEGADOS SINDICAIS VOTARAM CEDO

 

 Logo no inicio do pleito, os delegados Adilson Santos, Marco Antonio e Silva Ramalho fizeram questão de votar logo que foram abertas as urnas. Todos disseram que a alternância de poder, renovação, idéias novas e sangue novo são fundamentais para a categoria.

 

DIRETORES SATISFEITOS COM A CHAPA

 

O diretor Sebastião Neto disse que a expectativa de trabalho da nova chapa é muito grande. Esta é a primeira vez que o fundador do Sindicato, Fernando Bandeira, não encabeça a chapa e substituí-lo será uma tarefa muito difícil para a nova composição. Neto disse que os diretores estão satisfeitos com a nova diretoria e que a categoria irá sentir a melhora.

            Leandro Siqueira, delegado sindical há mais de 4 anos entrou recentemente para a diretoria do Sindicato. Para ele, pessoas novas e idéias novas darão mais oxigênio ao trabalho em prol da categoria.


                                                 

                                               

Bandeira sai da presidência  


Desde 1988 à frente do Sindicato que fundou, quando era instrutor de vigilantes na Brinks, Bandeira deixa a presidência do SindVigRio, após anos de dedicação ao Sindicato dos Vigilantes que hoje tem uma boa estrutura com sede administrativa e sede campestre (Guaratiba) próprias, além de corpo jurídico, assistência médica e odontológica para associados, entre outros benefícios como descontos em cursos de línguas e universidades.

Bandeira vota na chapa "Vigilante unido é forte" -  única registrada para concorrer


– Chegou a hora de sair da presidência. Quando os mais jovens me convidaram para compor a chapa fiz questão de deixar a presidência vaga para o sindicalista Antônio Carlos, atual vice-presidente assumir. Assim como o Antônio Carlos outros sindicalistas mais jovens como Bruno Dedinho e Marino também integram a executiva da nova diretoria eleita hoje.


“Antônio Carlos tem demonstrado uma grande liderança nos últimos anos, tem compromisso com a causa e é uma pessoa capaz intelectualmente”, dispara o ex-presidente.


Bandeira prossegue justificando sua saída dizendo que: “Não é possível conciliar mais tantas atividades: sou secretário geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Segurança Privada, recém fundada em Brasília, diretor de Formação Política da Nova Central Sindical, diretor do Sindicato dos Policiais Civis, militante pedetista, tendo fundado o Movimento Sindical Nacional do PDT, entre outras atividades filantrópicas. “Vou me dedicar à causa dos trabalhadores em outras frentes. O Sindicato dos Vigilantes deixo para os mais jovens, conclui Fernando Bandeira, que iniciou a luta pelos vigilantes em 1971, com a fundação do jornal O Vigilante, que desde então sai regularmente em defesa da categoria.


 


06/01/2015 - SINDVIGRIO ELEGE NOVA DIRETORIA DIA 12-SEGUNDA

ELEIÇÕES PARA DIRETORIA E CONSELHO FISCAL DO SINDVIGRIO       

 

 DIA 12 DE JANEIRO (Segunda-Feira), das 9:00 ÀS 19:00.

 

Locais de votação:

 

 1. Sede, rua André Cavalcante, 126, Bairro de Fátima;

 2. Sub-sede, rua Albertina, 70, Campo Grande.

 

Prezado(a) Associado(a)

 

 

            Estamos em um período de grande importância para a nossa categoria, primeiro pela Campanha Salarial 2015/2016 e segundo pelas novas eleições para Diretoria e Conselho Fiscal do Sindicato.

 

            Em 2014 o Estado do Rio de Janeiro viveu uma das greves mais longas dos últimos anos, que foi a greve dos Vigilantes. Em especial na capital fluminense onde o movimento durou 46 dias, conseguindo uma mobilização histórica como há muitos anos não víamos na cidade do Rio de Janeiro.

 

            Diante destes acontecimentos a última Assembléia realizada no dia 23 de dezembro de 2014 decidiu antecipar as eleições para Diretoria e Conselho Fiscal com o intuito de possibilitar a participação das lideranças da greve em uma nova diretoria e com isto realizar uma Campanha Salarial com mais energia e entusiasmo.

 

            Aguardamos a sua presença nas eleições do Sindicato no dia 12 de janeiro, das 9 horas às 19 horas, podendo votar na sede, rua André Cavalcante, 126, Bairro de Fátima, ou na sub-sede em Campo Grande, rua Albertina, 70, Campo Grande.

 

A Comissão Eleitoral recebeu a inscrição da chapa “Vigilante Unido é Forte!” sendo a única a participar do pleito eleitoral. Ainda que seja em processo de chapa única a participação dos associados é fundamental para o fortalecimento da nova gestão do Sindicato.

 

Fernando Bandeira

Presidente do SINDVIGRIO

 

 

29/12/2014 - DIRETOR DO SINDVIGRIO, FERNANDO BANDEIRA, CONVIDADO PARA A POSSE DE DILMA ROUSSEFF

Em Brasília, Bandeira participa da cerimônia de posse de Dilma Rousseff

 

O diretor de Organização Política da Nova Central Sindical e diretor do SINDVIGRIO, Fernando Bandeira, foi convidado pela presidente Dilma Rousseff para assistir a cerimônia de posse no Palácio do Planalto, dia 1º de janeiro, às 16:30h, seguido de nomeação de ministros de Estado. Bandeira estará acompanhado do presidente nacional da Nova Central, José calixto Ramos e do secretário-geral, Moacyr Roberto. Após essa solenidade, Bandeira, Calixto e Moacyr, entre outros convidados, serão recepcionados pela presidente reeleita Dilma Rousseff no Palácio do Itamaraty, às 18:30h, quando será oferecido um coquetel, com diversos salgadinhos e bebidas, de acordo com o cerimonial da Presidência da República.

Antes, porém, Dilma é empossada no cargo pelo Congresso Nacional, às 14h, saindo em carro aberto até o Palácio do Planalto onde fará pronunciamento. No Congresso, ela e o vice-presidente assumem o compromisso de defender e cumprir a Constituição Federal. Os eleitos prometem observar as leis e promover o bem geral da população. A solenidade é realizada à tarde para que os governadores recém-empossados pela manhã, em seus estados, tenham tempo de participar da posse presidencial.

24/12/2014 - EDITAL COMISSÃO ELEITORAL

Sindicato dos Vigilantes e Empregados em Empresas de Segurança, de Vigilância, de Transporte de Valores, de Prevenção e Combate a Incêndio, de Cursos de Formação, e Similares ou Conexos no Município do Rio de Janeiro. CNPJ no31.887.029/0001-60. Edital de Convocação – Nos termos do Estatuto, a Diretoria do Sindicato convoca os associados desta entidade, em dia com as suas obrigações sociais, para as eleições dos membros da Diretoria e do Conselho Fiscal, para o próximo quadriênio 2015/2019, que serão realizadas no dia 12 de janeiro de 2015, das 09 horas às 19 horas, com urnas: 1. sede do Sindicato, rua André Cavalcante, 126, Bairro de Fátima. Rio de Janeiro / RJ; e 2. Rua Albertina, 70, Campo Grande. Rio de Janeiro / RJ. O prazo para inscrição das chapas será de cinco dias a contar da publicação deste edital. O registro de chapas deverá ser feito na secretaria do Sindicato, das 09 horas às 12 horas e das 14 horas às 17 horas, de segunda-feira a sábado. Os procedimentos eleitorais serão realizados conforme Regimento Eleitoral do Estatuto e nos casos omissos serão decididos pela Comissão Eleitoral, composta pelos sindicalistas Sérgio Luiz da Silva, Antônio Carlos Alves Filho, Eduardo Barcelos dos Santos, Sérgio Barbosa Bruno e pelo advogado José Agripino da Silva Oliveira, homologada e instalada na Assembléia Geral Extraordinária de 23 de dezembro de 2014.Rio de Janeiro, 24 de dezembro de 2014. Fernando Antônio Bandeira – Presidente.

19/12/2014 - PORTAS GIRATÓRIAS GERAM CONSTRANGIMENTO NAS AGÊNCIAS BANCÁRIAS

Problemas nas portas giratórias de agências bancárias estão causando constrangimento para os clientes e vigilantes. Estes reclamam que as portas giratórias são obsoletas, sem manutenção, muitas vezes travam ou liberam sem controle algum.

 

               

 

clique e veja a matéria  - http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/cidade-alerta-rj/videos/clientes-relatam-constrangimentos-em-agencias-bancarias-18122014

 

Atualmente o número de bancários e vigilantes está caindo drasticamente, enquanto os assaltos aumentam. Hoje, na maioria das agencias dois vigilantes ficam em escala de revezamento, trabalhando na proteção de clientes e bancários, em pé e, muitas vezes, exaustos.

 

Segundo Antonio Carlos, presidente do SINDVIGRIO, no curso de formação, é passado aos vigilantes que apenas o gerente do banco tem o poder de decisão de autorizar ou não a entrada do cliente na agência. Se caso ocorra algo com o cliente sendo necessária a intervenção do vigilante, este deverá comunicar ao gerente para que resolva o problema. Mas não é o que ocorre. O vigilante fica na linha de frente sendo desrespeitado por clientes mais nervosos.

 

O efetivo bancário também diminui, e em conseqüência, os vigilantes têm que resolver questões da gerência. “Hoje em dia os vigilantes auxiliam os clientes na entrada dos bancos, o que é errado! O correto seria ter bancários se revezando na porta do banco para resolver problemas dos clientes”, concluiu o sindicalista.

17/12/2014 - SINDVIGRIO CONVOCA CATEGORIA PARA ASSEMBLÉIA GERAL

SINDICATO DOS VIGILANTES E EMPREGADOS EM EMPRESAS DE SEGURANÇA, DE VIGILÂNCIA, DE TRANSPORTE DE VALORES, DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO, DE CURSOS DE FORMAÇÃO, E SIMILARES OU CONEXOS NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO. CNPJ no 31.887.029/0001-60. Edital de Convocação - Nos termos dos Estatutos, estamos convocando toda categoria dos Vigilantes e Empregados em Empresas de Segurança, de Vigilância e Cursos de Formação no município do Rio de Janeiro para a Assembléia Geral Ordinária no dia 23 de dezembro, às 10:00 em primeira convocação e às 10:30 e segunda e última convocação, na sede do Sindicato - rua André Cavalcante, 126, Bairro de Fátima, Rio de Janeiro/RJ, a fim de discutir e deliberar a seguinte Ordem do Dia: a)Aprovação da pauta de negociação coletiva (Data-base março/2015); b) Autorização para a Diretoria fazer acordo e instaurar dissídio; c) Autorização dos empregados para desconto de contribuição assistencial e confederativa em favor do Sindicato; d)Assuntos Gerais. Rio de Janeiro, 17 de dezembro de 2014. Fernando Antônio Bandeira – Presidente

17/12/2014 - ASSEMBLÉIA GERAL

SINDICATO DOS VIGILANTES E EMPREGADOS EM EMPRESAS DE SEGURANÇA, DE VIGILÂNCIA, DE TRANSPORTE DE VALORES, DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO, DE CURSOS DE FORMAÇÃO, E SIMILARES OU CONEXOS NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO-CNPJ no 31.887.029/0001-60. EDITAL DE CONVOCAÇÃO – A Diretoria do Sindicato, neste ato representado por seu Presidente, convoca todos os seus associados, que estejam em dia com suas obrigações estatutárias, para a Assembléia Geral Extraordinária que será realizada no dia 23 de Dezembro de 2014, às 08:00 em primeira convocação e 08:30 em segunda e última convocação, na sede do Sindicato, rua André Cavalcante, 126, Bairro de Fátima, Rio de Janeiro/RJ, para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: a) Aprovação da data das eleições de Diretoria e de Conselho Fiscal do Sindicato; b) Homologação e instalação da Comissão Eleitoral; c) Assuntos Gerais. Rio de Janeiro, 17 de dezembro de 2014. Presidente – Fernando Antônio Bandeira.

11/12/2014 - VIGILANTES DE ESCOLTA ARMADA TÊM BAIXAS DIÁRIAS NAS RODOVIAS

Quase que diariamente um vigilante de escolta armada no país morre vitima de assaltos à cargas valiosas. Até onde vai parar a insegurança nas vias e o descaso dos empresários com as condições de trabalho dos vigilantes? É inadmissível que vigilantes escoltem cargas milionárias com apenas dois vigilantes armados com revolver 38 e um carro de baixa potência sem nenhum tipo de blindagem. Os bandidos assaltam agora com fuzis, metralhadoras e bombas de uso exclusivo do exército.

Hoje, por volta das 5 horas homens fortemente armados roubaram um caminhão que carregava equipamentos eletrônicos, na altura do Jardim América. Os vigilantes reagiram ao assalto e trocaram tiros com os bandidos. Um Vigilante morreu e outro foi encaminhado ao hospital.

 O diretor do Sindicato de Carro Forte e Escolta Armada, Humberto Rocha e Leandro Cerqueira, delegado sindical do SINDVIGRIO encontram-se no Hospital Getúlio Vargas, na Penha, dando apoio ao companheiro e seus familiares. Segundo boletim médico o estado de saúde do vigilante é estável, mas ficará em observação por 48 horas. Infelizmente o outro vigilante morreu no local.  

 --------------------------------------------------------------------------------

Já não é de hoje que os vigilantes de escolta armada e transporte de valores sofrem assaltos nas estradas e morrem. Na semana passada um vigilante foi morto com tiro na cabeça depois de uma tentativa de assalto a um caminhão de eletrodomésticos na Fazenda Botafogo, Zona Norte do Rio. De acordo com informações, ele e mais um colega faziam a escolta do veículo quando foram abordados por homens armados, nas proximidades da Rua do Canal, uns dos acessos para a Avenida Brasil. 

Todos os Sindicatos de transporte de valores e escolta armada do Brasil, junto com a CONTRASP, travam uma luta nacional com a Polícia Federal e o Ministério da Justiça para atualizar a legislação, que rege o segmento. Essa é a luta da Federação dos Vigilantes, que segundo Antônio Carlos Alves Índio, é necessário “a repontencialização de blindagem nível 4, para os carros fortes,  uma vez que os bandidos estão assaltando com armamento .30 e .50 exclusivo de uso militar. A blindagem hoje somente segura armamento de fuzil 762. Para a escolta armada a Federação exige quatro homens armados com PT 380 e mais um homem com uma escopeta 12mm em carro blindado, no mínimo 1.6, camionete”, conclui Alves. 

O sindicalista alerta que esta luta é nacional. O segmento de Transporte de Valores e escolta sofrem com a insegurança nas vias principalmente os que transportam cargas valiosas como cigarro, eletrônicos, remédios e bebidas. 

Segundo Sérgio Luis, vice presidente da Federação de Vigilantes, no Rio um caminhão de mercadorias é roubado a cada 12 hs principalmente em áreas próximas de comunidades não pacificadas, dominadas pelo tráfico de drogas. 

Os sindicatos ligados à Federação dos Vigilantes do RJ denunciam que muitos carros da escolta e blindados não estão em bom estado necessitando de manutenção. A Federação está lutando pela melhoria da legislação atual para garantir o mínimo de segurança, pois atualmente as empresas de escolta armada operam com apenas dois vigilantes, em um carro 1.0, com horas excessivas de trabalho, colocando em risco a vida dos trabalhadores, apenas para que as tomadoras de serviço possam garantir descontos na contratação dos seguros para as suas cargas.



Exibindo a 13 de 563« 1 2 3 4 »